Artigos Doenças Ocupacionais 2012

Fiz um levantamento dos artigos sobre Doenças Ocupacionais publicados na BIREME, foram recuperados 11 em português  e texto completo. Elaborei um quadro com os pontos principais (tipo de estudo, objetivo, resultado e conclusão).

Os assuntos abordados foram transtornos mentais, sensibilidade ao látex, perda auditiva, síndrome de burnout, dependência química, perfil de doenças ocupacionais e absenteísmo. Os tipos de estudos foram epidemiológico seccional, observacional, clínico randomizado, revisão bibliográfica, survery e outros.

Podemos observar que a produção científica foi variada, sendo que aproximadamente 30% dos artigos, estão relacionados a questões no ambiente de trabalho que geram desgaste mental . Vale a pena dá uma conferida.

 

Titulo Tipo de Estudo Objetivo Resultado Conclusão
Distúrbios psíquicos menores em enfermeiros docentes de universidades

Epidemiológico seccional

Investigar a demanda psicológica e o controle sobre o trabalho (Modelo Demanda-Controle de Karasek) e sua associação com os distúrbios psíquicos menores. A prevalência de distúrbios psíquicos menores foi de 20,1%. Após ajustes, a fim de se evitar potenciais confundidores, a chance de distúrbios psíquicos foi maior no quadrante trabalho ativo (OR=14,23; IC95%=1,55-130,73), seguido do quadrante alta exigência (OR=10,05; IC95%=1,23 – 82,44), quando comparado aos enfermeiros docentes do quadrante baixa exigência A alta demanda psicológica e o baixo controle sobre o trabalho podem desencadear acometimentos, dentre eles os distúrbios psíquicos menores em enfermeiros docentes.
Sensibilidade ao Látex e Dosagem de Anticorpos Específicos em Profissionais da Área da Saúde Observacional, transversal  Verificar a ocorrência da reação de sensibilidade ao látex e realizar dosagem de anticorpos antilátex em profissionais dos cursos de… 22,4,% (n=66) apresentaram sensibilidade ao látex, classe V IgE latex (17,6-42 KUAL); 77,6 % (n=229) sem sensibilidade, classe 0 IgE-látex (<0,35KUAL). O teste de Fisher mostrou correlação estatística significativa (p<0,05) em relação às seguintes variáveis… Observou-se valores positivos de IgE-látex nos profissionais com sensibilidade ao látex, sugerindo a necessidade de adoção de medidas profiláticas para a prevenção e…
Aplicabilidade da auriculoterapia com agulhas ou sementes para diminuição de estresse em profissionais de enfermagem Clínico randomizado Avaliar os níveis de estresse na equipe de Enfermagem de um hospital e analisar a efetividade da auriculoterapia com agulhas e sementes Na análise de variância (ANOVA), constataram-se diferenças entre os grupos, na 3ª avaliação (F=3,963/P=0,023) e follow-up (F=6,136/P=0,003). Tais diferenças foram entre o grupo controle e agulha…. Concluiu-se que a auriculoterapia reduziu o estresse em profissionais de enfermagem, com melhores resultados para agulhas…
Agentes Comunitários de Saúde e as vivências de prazer – sofrimento no trabalho: estudo qualitativo Abordagem qualitativa Este estudo objetivou identificar as situações geradoras de prazer – sofrimento no trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) de um município do Rio Grande do Sul/Brasil As situações geradoras de prazer no trabalho foram: ser reconhecido, ser resolutivo, trabalhar junto aos pares e usar a criatividade. As situações geradoras de sofrimento foram: deficiências nos serviços de saúde; desconhecimento das funções; falta de reconhecimento; o sofrimento de trabalhar em equipe…  Evidenciou-se a necessidade de adoção de medidas interventivas com vistas a promover melhores condições de trabalho, satisfação profissional e saúde aos agentes comunitários.
Vivência do sofrimento moral na enfermagem: percepção da enfermeira Survey, utilizando escala Likert  conhecer a percepção do sofrimento moral vivenciado, relacionando frequência e intensidade resultados finais foram obtidos através de três diferentes análises: 1) estatística descritiva; 2) análises de variância 3) regressão múltipla. O constructo que apresentou maior intensidade de percepção de vivência do sofrimento moral foi a falta de competência na equipe de trabalho (4,55), seguido pela negação do papel da enfermeira como advogada do paciente (4,30), obstinação terapêutica (3,60)…
Prazer e dor na docência: revisão bibliográfica sobre a Síndrome de Burnout  Revisão bibliográfica, de natureza qualitativa apresentar algumas reflexões acerca dos principais fatores de risco para o desenvolvimento da Síndrome de Burnout entre os docentes, a fim de compreendê-los dentro de um processo de desgaste físico-emocional em decorrência do trabalho  Os resultados deste estudo demonstram a carência de pesquisas nessa área  É necessário aprofundar o conhecimento sobre a manifestação do estresse ocupacional entre os docentes, a fim de se compreender e elucidar alguns problemas enfrentados por essa atividade, como a insatisfação profissional…
Trabalhador portuário: perfil de doenças ocupacionais diagnosticadas em serviço de saúde ocupacional Quantitativo descritivo com análise retrospectiva Identificar as doenças diagnosticadas em trabalhadores portuários avulsos, atendidos em um ambulatório de medicina do trabalho portuário.  totalizou-se 953 fichas médicas (94,7%), das quais 90,47% pertenciam a trabalhadores do sexo masculino, 52% na faixa etária acima de 50 anos e 51,7% com mais de 19 anos de atuação. Identificaram-se 527 diagnósticos, sendo os principais relacionados ao trabalho: hipertensão (8,3%), lombalgia (6,2%), outras doenças pulmonares (1,7%) e episódios depressivos (1,2%) constatou-se o acometimento do trabalhador por patologias ocupacionais de ordem mental, circulatória, respiratória e osteomuscular, evidenciando morbidades que o afetam e interferem em sua qualidade de vida e na produtividade das atividades laborais.
Indicadores de absenteísmo e diagnósticos associados às licenças médicas de trabalhadores da área de serviços de uma indústria de petróleo Coorte retrospectivo Determinar indicadores do absenteísmo por licença médica (LM) em trabalhadores da área de serviços de uma indústria de petróleo, identificando as patologias associadas.  542 trabalhadores tiveram eventos de faltas ao trabalho que geraram licença médica. Registrou-se 3,3 episódios de LM por trabalhador e 69,3% dos trabalhadores tiveram pelo menos um episódio de LM. Os episódios de LM duraram em média 6,6 dias, com desvio padrão de 9,8 dias… O estudo ratificou a importância do afastamento por doenças do sistema osteomuscular e o impacto das doenças ocupacionais no absenteísmo por licença médica, detectando índices semelhantes ao da literatura, numa população pouco explorada do ponto de vista epidemiológico.
Caracterização dos limiares auditivos de odontólogos numa população da cidade de Curitiba – PR, Brasil corte transversal (ou seccional), prospectivo Aanalisar os limiares auditivos de odontólogos caracterizando-os em relação ao gênero, idade e tempo de serviço  Observaram-se limiares auditivos tonais médios com configuração de entalhe acústico, sendo mais acentuados no gênero masculino. Há perda auditiva sensorioneural em 28(24,34%) odontólogos, 8 (14,54%) entre o gênero feminino e 20 (33,33%) entre o gênero masculino, a proporção de sujeitos com audição alterada é significativamente maior no gênero masculino (p=0,0208)…. Os odontólogos apresentaram perdas auditivas sensorioneurais com entalhe acústico (sendo mais presentes entre o gênero masculino) com piora auditiva com a idade e tempo de serviço, principalmente após 21 anos de trabalho
Condição coclear e do sistema olivococlear medial de frentistas de postos de gasolina expostos a solventes orgânicos estudo prospectivo Avaliar a condição das células ciliadas externas e o sistema olivococlear medial de sujeitos expostos a solventes orgânicos  A presença de EOAT foi maior na orelha esquerda em ambos os grupos; a média da relação sinal/ruído das EOAT de ambas as orelhas foi maior no GE; o efeito supressor das EOAT na orelha direita foi maior nos sujeitos do GE (62,5%) e na orelha esquerda foi superior no GC (86,96%), com diferença estatisticamente significante. …  Não foram encontrados sinais de alteração nas células ciliadas externas nem no sistema olivococlear medial nos sujeitos expostos a solventes orgânicos
Representações de adoecimento e cura de pacientes do Centro de Dependência Química do Hospital Central da Marinha Pesquisa etnográfica por meio da observação participante Examinar suas representações de adoecimento e cura relacionadas aos seus diagnósticos de transtorno mental e comportamental devido ao uso de drogas, além de investigar a influência do ambiente de trabalho no envolvimento dos pacientes com drogas, em particular com o álcool. Resultados apontam que os pacientes passam a crer que são os principais responsáveis pelo seu adoecimento e alcance da sobriedade, e que nunca serão curados. Todavia, eles nem sempre aderem ao discurso médico vigente e à visão dos Alcoólicos Anônimos de que são doentes alcoólicos em recuperação, construindo percepções sobre seus diagnósticos, prognósticos e tratamentos Concluiu-se que traços culturais peculiares à vida naval indicam que as categorias analisadas são, sobretudo, sociais e que certas condições laborativas colaboram para a emergência do alcoolismo de muitos pacientes, apesar do uso de drogas geralmente ser abordado pelo viés adminisrativo

 

 

 

 

Enfermeiros que atuam na área Saúde do Trabalhador

Quando a gente se interessa por um assunto, é super importante ter conhecimento quem são as pessoas que contribuem com a nossa área de interesse. Geralmente, esses profissionais são reconhecidos por serem consideradas autoridade em determinada assunto e é fundamental a gente ficar por dentro. Conheça alguns enfermeiros que atuam na área Saúde do Trabalhador e acessem os artigos.

Marcia Tereza Luz Lisboa 

Graduação em enfermagem em 1978 pela Escola de Enfermagem Anna Nery (UFRJ), Habilitação em Enfermagem Médico-cirúrgica pela UERJ, Mestre pela Boston University – School of Nursing, Livre-docência pela UNI-RIO na área de enfermagem fundamental em 1991, Doutorado em enfermagem pela EEAN/UFRJ, término em 1998. Tese intitulada As representações sociais do sofrimento e do prazer da enfermeira assistencial no seu cotidiano de trabalho. Linha de pesquisa após a titulação de doutor: Enfermagem e a Saúde do Trabalhador de Enfermagem. Líder de grupo de pesquisa O trabalho, a saúde e a subjetividade do trabalhador de enfermagem, com as linhas O aluno de enfermagem frente às questões de trabalho e Subjetividade do trabalhador de enfermagem, registrado no Diretório Grupos de Pesquisa no Brasil, do CNPq.

Joanir Pereira Passo

Possui graduação em Graduação Em Enfermagem e Obstetrícia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1975), mestrado em Enfermagem pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (1985) e doutorado em Enfermagem pela Universidade de São Paulo (2004). Atualmente é Professor Associado 3 da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Enfermagem e Saúde Coletiva, com ênfase em Enfermagem de Saúde Pública, atuando principalmente nos seguintes temas: enfermagem, saúde, trabalho e saude do trabalhador. Líder do Grupo de Pesquisa – Laboratório de Pesquisa: Enfermagem, Tecnologias, Saúde e Trabalho.

Arlete Silva
Possui graduação em Enfermagem pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1975) , especialização em 1 Curso de Especialização Em Essências Florais Int pela Universidade de São Paulo (1998) , especialização em Especialização Em Metodologia de Pesquisa Educação pela Universidade Mogi das Cruzes e Associação Brasileira Enfermagem (1983) , mestrado em Enfermagem pela Universidade de São Paulo (1989) e doutorado em Enfermagem pela Universidade de São Paulo (1996) . Atualmente é professor titular da Universidade Guarulhos, professor adjunto do Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho, Membro de corpo editorial da Revista da Escola de Enfermagem da USP, Membro de corpo editorial da Revista SOBECC (São Paulo) e Membro de corpo editorial da RECENF. Revista Técnico-Científica de Enfermagem (1677-7271). Tem experiência na área de Enfermagem. Atuando principalmente nos seguintes temas: Enfermagem, saúde do trabalhador, unidade centro de material, acidentes de trabalho. 14/03/12

Amanda dos Santos Zapparoli

possui graduação em Enfermagem pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Usp (2003) , mestrado em Enfermagem Fundamental pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Usp (2005) , doutorado em Enfermagem Fundamental pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Usp (2009) , ensino-fundamental-primeiro-grau pela Escola de Primeiro Grau Shunji Nishimura (1996) e ensino-medio-segundo-grau pelo Colégio Cristo Rei (1999) . Atualmente é Docente da Universidade Braz Cubas. Tem experiência na área de Enfermagem , com ênfase em Enfermagem Médico-Cirúrgica. Atuando principalmente nos seguintes temas: promoção da saúde, enfermagem, saúde ocupacional, riscos ocupacionais. 13/05/10

Maria Cristina Cescatto Bobroff

Graduada em Enfermagem e Obstetricia pela Universidade Estadual de Londrina (1977), Especialista em Metodologia do Ensino, Pesquisa e Assistência de Enfermagem, Especialista em Enfermagem do Trabalho, Mestre em Enfermagem Fundamental pela Universidade de São Paulo (2003) e Doutora em Medicina e Ciências da Saúde pela Universidade Estadual de Londrina (2008). Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Metodologia da Assistência de Enfermagem em Saúde do Adulto, Segurança e Saúde do Trabalhador, Enfermagem do Trabalho, Educação em Enfermagem, atuando principalmente nos seguintes temas: assistência de enfermagem na saúde do adulto, saúde do trabalhador, organização de serviços de saúde do trabalhador. Atuou como Diretora Acadêmica da Faculdade Norte Paranaense – Uninorte em Londrina-PR durante o processo de reconhecimento dos cursos de Direito, Administração, Normal Superior e Pedagogia, pelo MEC, e na reestruturação da Secretaria Acadêmica. Atualmente é docente Adjunto na área de Saúde do Adulto, Universidade Estadual de Londrina, Paraná.


 

Artigos Enfermagem e Construção Civil

O Tribunal Superior do Trabalho lançou um programa nacional de prevenção de acidentes do trabalho, a intenção é reduzir o número de acidentes de trabalho, especialmente na construção civil. De acordo com a matéria do site do Jornal Nacional, em 2010 foram 54 mil acidentes, quase 20% de todos os acidentes de trabalho na indústria. O índice de acidentes de trabalho na construção civil aumentou muito nos últimos anos, chegando a somar em 2006, 29.054, em 2007, 37.39 e 2008, 49.19 acidentes, segundo aponta estudo.

Por conta desse cenário, fui investigar em artigos científicos, o que os enfermeiros estão produzindo  sobre acidentes de trabalho na construção civil, e localizei poucos artigos fechados neste tema. Mas encontrei outros com enfoques diferentes e achei interessante compartilhar, como prevenção contra o câncer de pele em trabalhadores da construção civil, distúrbios osteomusculares, qualidade de vida e eventos adversos e pós-vacina dupla adulto.

Eu fiz essa pesquisa no google acadêmico, que por sinal é uma ferramenta muito útil para pesquisas de  artigos, livros, teses, dissertações. A ideia é, pensou em fazer pesquisas acadêmicas usando Google, a melhor opção é usar o google acadêmico.

Acidentes de trabalho na construção civil identificados através de prontuários hospitalares

Resumo

A Indústria da Construção Civil (ICC) mantém elevados índices de Acidentes de Trabalho (AT) apesar de esforços governamentais, empresariais e sindicais no sentido de reduzi-los. Em investigação realizada em um Hospital Universitário da cidade de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, Brasil, verificou-se, nos prontuários hospitalares, nas anotações efetuadas por profissionais da equipe de saúde, a incidência de AT ocorridos e suas possíveis relações com a ocupação dos pacientes/trabalhadores, que procuraram atendimento à saúde no período de dois anos consecutivos. Foram pesquisados 6.122 prontuários, objetivando investigar o número de trabalhadores acidentados, assim como suas características pessoais e dos acidentes, como as causas, as partes do corpo atingidas e pelos AT. De 6.122 prontuários hospitalares de pacientes acidentados no trabalho, 150 (2,45%) referiam-se aos trabalhadores da ICC…

Assistência de enfermagem na prevenção de acidentes de trabalho na construção civil

Resumo

Objetivo: analisar a assistência de enfermagem na prevenção de acidentes de trabalho na construção civil. Materiais e Métodos: trata-se de um estudo do tipo exploratório, bibliográfico com análise integrativa da literatura disponível em bibliotecas virtuais. Resultados: identificou-se que o enfermeiro tem um papel importante para a prevenção de acidentes de trabalho na construção civil, podendo planejar as principais medidas elaboradas por enfermeiros do trabalho para a promoção e segurança dos trabalhadores na construção civil. Conclusão: observou-se que os profissionais de enfermagem percebem a relação entre os agravos que apresentam e tal atitude facilita à adoção de medidas de prevenção e alteração de comportamentos em questões de saúde.

Medidas de prevenção contra câncer de pele em trabalhadores da construção civil: contribuição da enfermagem

Resumo

Os trabalhadores da construção civil são um dos maiores grupos de risco para o câncer ocupacional. Objetivou-se identificar o conhecimento destes trabalhadores sobre o câncer de pele, descrevendo as medidas de proteção/prevenção adotadas por eles. Estudo descritivo de natureza quantitativa, desenvolvido com 50 trabalhadores de uma empresa de construção civil no município do Rio de Janeiro, sendo os dados coletados por meio de um formulário. Da análise estatística descritiva, verificou-se que as medidas de proteção adotadas pelos trabalhadores para prevenção são insuficientes e a forma como são utilizadas não está em consonância com a literatura para protegêlos desta patologia. As maiores mudanças necessárias no cotidiano destes trabalhadores estão relacionadas com questões no estilo de vida e na facilidade no acesso às informações e conhecimentos quanto ao câncer de pele. Assim, intervenções do enfermeiro com a equipe da Saúde do Trabalhador podem contribuir para implementações de medidas preventivas do câncer ocupacional.

Distúrbios Osteomusculares Relacionados Ao Trabalho: Situação Na Construção Civil Em Goiânia

RESUMO: Os Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT), anteriormente conhecidos como Lesões por Esforços Repetitivos (LER) são fenômenos mundiais, trazendo repercussões negativas para trabalhadores, empresas e a sociedade. Existem categorias de trabalhadores consideradas de risco. O presente estudo objetiva levantar as manifestações de DORT e suas repercussões entre os trabalhadores da construção civil que atuam em Goiânia, bem como identificar a atuação do enfermeiro do trabalho na área de construção civil relativa à prevenção de DORT. Após consentimento esclarecido participaram 105 trabalhadores, oriundos de empresas públicas, particulares e de atividade autônoma. Dos 47 sujeitos que relataram sintomas nas regiões características de DORT, 38 apontam dor nos punhos, 29 queixaram-se de dor nos dedos da mão, 23 na região escapular e 16 nos ombros, que não motivaram a busca de serviços de saúde, afastamento ou acidentes de trabalho. Não encontramos relato de uso de medicação específica para alívio da dor. Os trabalhadores não receberam orientações relativas à prevenção de DORT. Não aparece nos relatos dos sujeitos a figura do enfermeiro do trabalho. Concluímos que os DORT ainda não têm manifestações de grande repercussão na ótica dos trabalhadores, tratando-se de área ainda desprovida de atuação do enfermeiro.

A qualidade de vida na construção civil e a sua importância para a prevenção dos agravos à saúde

Introdução: Atualmente, ouve-se muito o termo qualidade de vida no trabalho, o que está totalmente ligado à saúde do indivíduo, seu bem-estar físico e mental, seus hábitos de vida, seus relacionamentos sociais e suas ações, ou seja, ter qualidade de vida no trabalho é  viver em equilíbrio e poder dar continuidade ao vínculo e estrutura de vida pessoal e  social, garantindo uma excelência no desempenho do trabalhado…

 Eventos Adversos Pós-Vacina Dupla Adulto E Trabalhadores Da Construção Civil

Resumo: Estudo longitudinal prospect ivo sobre aval iação da ocor rência de reações no s í t io de apl icação da vacina dupla adulto contra difteria e tétano (dT) realizado no município de Três Lagoas, MS, no período de setembro a outubro de 2008. Participaram 1291 trabalhadores de uma empresa de construção civil, com idade de 18 a 68 anos, cujas vacinas foram administradas sem antissepsia prévia do local de aplicação. As reações adversas foram avaliadas 48 horas após o procedimento. Diante das avaliações, não se constataram eventos adversos locais pós-vacinação sendo que em apenas dois casos houve relato de linfadenopatia na região axilar. O estudo apresentou evidências que corroboram as recomendações do Ministério da Saúde relativas a essa prática vacinal.


 

Artigos sobre Enfermagem do Trabalho 2011

O enfermeiro do trabalho cuida da segurança e saúde do trabalhador e pode atuar em variados campos, como indústrias, empresas, escolas, hospitais e outros. O que eu tenho observado, é que quando faço pesquisas acadêmicas em enfermagem do trabalho, o que eu localizo com mais frequência são estudos voltados para o ambiente hospitalar comparados a outros segmentos, como por exemplo empresas. Como os estudos que eu tenho encontrado, em sua maioria, envolvem hospitais, a população estudada geralmente são enfermeiros e profissionais da área de saúde. Em 2011 também não foi muito diferente, apenas três artigos fugiram desse contexto, mas também trouxeram assuntos interessantes, como medidas de prevenção contra o câncer com trabalhadores da construção civil, reabilitação profissional do cliente estomizado, riscos ocupacionais psicossociais (ROP) com professores universitários. Os artigos direcionados para área hospitalar e profissionais da saúde trataram de assuntos como estresse, acidente de trabalho, absenteísmo, carga de trabalho, doenças emergentes (H1N1) e outros.

Eu Fiz essa pesquisa na base de dados LILACS  (esta base é bastante citada aqui no blog, faço uso dela porque é de primeiríssima qualidade, além disso dá a opção de encontrar artigos de graça). A pesquisa totalizou 11 artigos e 3 dissertações, segue os resumos com links para texto completo.

By:  Paz, Potiguara de Oliveira; Kaiser, Dagmar Elaine

Resumo: presente artigo problematiza e discute a busca pela formação especializada em Enfermagem do Trabalho por enfermeiros. Trata-se de um estudo qualitativo exploratório descritivo cujos dados foram analisados pela técnica de análise de conteúdo. A coleta dos dados deu-se em maio de 2010, com nove discentes de um curso de especialização que aceitaram participar do estudo, tendo todos os participantes assinado o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Rege a busca da formação especializada em Enfermagem do Trabalho a perspectiva para uma atuação profissional em Enfermagem do Trabalho e a especificidade dos conteúdos curriculares em saúde do trabalhador. Interfaces do processo educativo confirmam importantes contribuições para uma formação sólida, projetam o enfermeiro no patamar teórico/acadêmico e compõe o itinerário para a formação Stricto Sensu. Expectativas, motivações e potencialidades agregam contribuições para uma governança contextualizada do processo educativo e demandas da contemporaneidade para a Enfermagem do Trabalho.

By: SIMOES, Thiago do Carmo et al

Resumo: Os trabalhadores da construção civil são um dos maiores grupos de risco para o câncer ocupacional. Objetivou-se identificar o conhecimento destes trabalhadores sobre o câncer de pele, descrevendo as medidas de proteção/prevenção adotadas por eles. Estudo descritivo de natureza quantitativa, desenvolvido com 50 trabalhadores de uma empresa de construção civil no município do Rio de Janeiro, sendo os dados coletados por meio de um formulário. Da análise estatística descritiva, verificou-se que as medidas de proteção adotadas pelos trabalhadores para prevenção são insuficientes e a forma como são utilizadas não está em consonância com a literatura para protegê-los desta patologia. As maiores mudanças necessárias no cotidiano destes trabalhadores estão relacionadas com questões no estilo de vida e na facilidade no acesso às informações e conhecimentos quanto ao câncer de pele. Assim, intervenções do enfermeiro com a equipe da Saúde do Trabalhador podem contribuir para implementações de medidas preventivas do câncer ocupacional.

By: Luiz Almeida da Silva

Resumo: A adequação dos ambientes de trabalho relacionados à ergonomia é de fundamental importância para a saúde dos trabalhadores. Este estudo de revisão da literatura buscou caracterizar a produção científica sobre o tema e identificar os agravos à saúde dos trabalhadores relacionados à adaptação ao trabalho. Foram selecionados 23 artigos científicos, indexados na Scientific Electronic Library Online, Brasil, publicados entre os anos 2000 e 2008, a partir dos descritores: enfermagem do trabalho, engenharia humana, prevenção primária e saúde do trabalhador. Identificou-se como agravos à saúde decorrentes das situações ergonômicas: contusões, acidentes envolvendo exposição a materiais biológicos, lacerações, alterações posturais, desgaste físico das articulações, músculos e ligamentos, dores generalizadas, deformações ósseas, entre outras. A maioria desses agravos são passíveis de redução mediante ações preventivas, implementadas por empregados e empregadores, de forma a contribuir para a melhoria das condições laborais e de saúde dos trabalhadores.

By: Ana Lucia Cardoso Kirchho

Resumo: Introdução: O conceito de cargas de trabalho vem sendo usado pela enfermagem com vários significados, entre eles o de dependência do paciente e intensidade do trabalho. Propomos acrescentar a compreensão de cargas de trabalho como processos biopsíquicos com reflexos no corpo do trabalhador. Desenvolvimento: Trazemos uma discussão teórica sobre esse conceito, tendo como base a contribuição latinoamericana para este campo conceitual. Reflexão final: Essa discussão possibilita novos caminhos teóricos para operacionalizar esse conceito na pesquisa e na prática profissional com enfoque na saúde do trabalhador. Igualmente, essa concepção na pesquisa em enfermagem contribui para aprofundar o estudo do processo de trabalho e sua relação com a saúde, de modo a analisar a contribuição dos seus componentes na saúde dos trabalhadores de enfermagem.

By: Ioneide Santana de Lima et al

Resumo: A administração de quimioterápicos envolve aspectos legais e éticos. Trata-se de um estudo descritivo e exploratório, que objetivou identificar o conhecimento dos profissionais de enfermagem sobre as técnicas de manuseio de antineoplásicos. Os dados foram coletados por meio de entrevistas aplicadas aos profissionais de enfermagem de duas instituições de referência para oncologia em Campina Grande-PB, em 2010. Participaram do estudo oito profissionais de enfermagem. As instituições estudadas apresentam uma forte divisão social da enfermagem, 25% das profissionais eram enfermeiras, 2,5% auxiliar de enfermagem e 62,5% técnicas de enfermagem. A maioria das profissionais, 87,5%, foi admitida sem capacitação específica. Sobre os riscos e exposição, todas se declaram conscientes, porém não conseguem identificá-los. Quanto aos acidentes de contato com antineoplásicos, 25% informam que nunca se acidentaram e 75% confirmaram tais ocorrências. Conclui-se que os acidentes aconteceram tanto pelo desconhecimento quanto pela inobservância da legislação que orienta o exercício profissional da enfermagem. [Ler mais ...]

Vídeo Acidente de Trabalho

O vídeo abaixo expõe várias situações de risco, vale a pena conferir, é realmente ótimo! Não é por acaso que ele é super visto no youtube, rendendo excelentes comentários =).

“Excelente vídeo, vivo e trabalho no Japão a 15 anos, e segurança e uma coisa que os japoneses dão muito valor, existem MUITOS artigos e ferramentas para segurança, tanto que o lema em qualquer fabrica ou setor trabalhista e “anzen dai ichi”, (segurança em primeiro lugar)… Claro que, como todos os países e lugares, nada e 100%… Parabéns outra vez, melhor vídeo que vi ate agora no youtube! - yoshitanijr ”

“vídeo sensacional ! realmente quase TODOS os acidentes acontecem por negligência nossa, desde cortar um simples pedaço de madeira, até abaixar pra pegar um cd enquanto dirigimos … gostei muito do vídeo, ficou com audio e imagens perfeitas !” Um momento de reflexao para ver como que a segurança e fundamental no nosso trabalho dependendo de qual area for traballhar e isso sirva para que nos não repitimos os mesmos erros” - diegopguerra99

 

Teses e Dissertações sobre Absenteísmo e Enfermagem

Olá pessoal,

Fiquei um tempinho sem postar, mas agora estou de volta =). Quem acompanha o blog sabe que o nosso objetivo é deixar você bem informado, disponibilizando materiais de qualidade e relevância em enfermagem do trabalho. A bola da vez de hoje é Absenteísmo, lembro que o último post que escrevi esse assunto ficou entre os artigos mais bombados no google acadêmico, e eu não podia deixar essa informação passar despercebida. Para quem não sabe, o termo Absenteísmo é usado para designar as ausências dos trabalhadores no processo de trabalho ou estudantes nas escolas, seja por falta ou atraso, devido a algum motivo interveniente (WIKIPÉDIA).

Então, fiz uma seleção de 10 teses e dissertações abordando vários aspectos do Absenteísmo em Enfermagem para enriquecer mais a pesquisa. A fonte que utilizei foi a BDTD – Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (que por sinal recomendo, a  BDTD disponibiliza teses e dissertações produzidas nas melhores universidades do país, e sem cobrar nada =)). Foram recuperados 28 resultados, filtrei os mais relevantes.

By: Caren de Oliveira Riboldi

Resumo: Estudo transversal, documental contemporâneo, com abordagem quantitativa. O objetivo consistiu em caracterizar o absenteísmo dos trabalhadores de enfermagem do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, apresentando características profissionais, motivos de ausências, taxas de absenteísmo e associações entre os Serviços de Enfermagem. A amostra abrangeu 1535 cartões-ponto, referentes aos trabalhadores vinculados ao Grupo de Enfermagem e que apresentaram taxa de absenteísmo maior que zero, no período de outubro de 2006 a setembro de 2007…

By: Enaura Helena Brandão Chaves

Resumo: Este estudo originou-se da preocupação com a avaliação da qualidade dentro das organizações hospitalares, especificamente dos serviços de enfermagem, onde os enfermeiros desenvolvem a maior parte de suas atividades profissionais, quer estejam atuando diretamente na área assistencial, ou indiretamente, como docentes das diferentes categorias dos profissionais de enfermagem…

By: Michele Cristiene Nachtigall Barboza

By: Gilza Marques do Nascimento

Resumo: O absenteísmo tem se tornado problema crucial tanto para as organizações como para os administradores. Suas causas estão ligadas a múltiplos fatores, tornando-o complexo e de difícil gerenciamento. Absenteísmo é a ausência do trabalhador ao serviço, quando se esperava que ele estivesse presente. Na enfermagem, esse fenômeno vem preocupando os gerentes, uma vez que faltas freqüentes ao trabalho repercutem no quantitativo de recursos humanos, refletindo na qualidade da assistência prestada à clientela. Além disso, o absenteísmo constitui-se variável relevante quando se trata de dimensionar quadro de pessoal para os serviços. Este estudo foi desenvolvido com base no quadro conceitual desenvolvido por Gaidzinski (1998), no qual as ausências são classificadas em previstas e não previstas…

By: Maria Tristão Parra

Resumo: O absenteísmo é um problema administrativo que interfere na assistência de enfermagem. Torna-se de difícil solução devido a sua complexidade e à complexidade das ações administrativas, que podem, ou não, estar voltadas para a evitação do problema. A pesquisa explorou e analisou as ações dos enfermeiros, diante do absenteísmo na enfermagem de um hospital de ensino, a partir de suas percepções. Trata-se de uma pesquisa descritiva, na qual os fatos referentes ao absenteísmo foram relacionados sob o ponto de vista das ações. Os dados foram descritos com base na utilização de um relatório mensal na forma de demonstrativo individual, visualizando-se a possibilidade desse subsidiar decisões e ações dos enfermeiros….

By: Renata Maria Dias de Abreu

Resumo: O absenteísmo entre os profissionais de enfermagem tem sido uma preocupação  constante dos gestores hospitalares, o que gera a necessidade de aprofundamento no conhecimento de suas causas e de ações para redução dos índices de ocorrência no âmbito hospitalar. Este estudo descritivo-exploratório teve como objetivo analisar os fatores que interferem na ocorrência do absenteísmo entre os profissionais de enfermagem do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro. A pesquisa foi realizada em duas etapas. A primeira objetivou verificar o índice de absenteísmo e identificar e analisar a principal categoria de absenteísmo entre os profissionais de enfermagem….

By: Maria Bernadete Junkes

By: Tania Regina Sancinetti

Resumo: Estudo de natureza quantitativa, descritiva, transversal, elaborado com o objetivo de identificar e analisar o absenteísmo por doença, dos profissionais de enfermagem do Hospital Universitário da USP, no período de janeiro a dezembro de 2007. A metodologia foi desenvolvida em duas etapas: caracterização demográfica dos profissionais e análise e caracterização das ausências quanto aos tipos de afastamento, aos diagnósticos médicos, à taxa de absenteísmo por doença, à relação com a taxa de ocupação do Hospital e ao custo médio estimado. O quadro de profissionais foi constituído, em média, de 647 profissionais, destes 362 apresentaram absenteísmo por doença: 69 (19,1%) enfermeiros, 212 …

Lesões osteomusculares entre trabalhadores de um hospital mexicano e a ocorrência de absenteísmo 

By: Ma. Del Carmen Montoya Diaz

Resumo: Estudos dos fatores que geram incapacidade para o trabalho são prioritários para a adoção de medidas preventivas, na melhoria das condições de trabalho e valorização dos recursos humanos da área da saúde, segundo as recomendações da Organização Panamericana de Saúde para o período 2006-2015. Dentre os fatores de incapacidade para o trabalho de profissionais que atuam em hospitais estão as lesões ostemusculares, que podem estar relacionadas à sobrecarga na manipulação de cargas, adoção de más posturas e a movimentos repetitivos

By: Sueli Ferreira dos Santos

Resumo: Esta dissertação aborda o trabalho da equipe de enfermagem das Unidades de Terapia Intensi-va hospitalar, avaliando os constrangimentos impostos a estes trabalhadores e o absenteísmo. A determinação da demanda ergonômica foi realizada com base na proposta do Design Ma-croergonomica (DM) proposta por Fogliatto e Guimarães (1999).O DM é um método desen-volvido para auxiliar no projeto ergonômico de produtos e postos de trabalho, tem como base a macroergonomia e ergonomia participativa…

 

 

Saúde do Trabalhador e Enfermagem – artigos que estão bombando no google acadêmico

Com o objetivo de facilitar sua pesquisa fiz uma busca no google acadêmico e identifiquei os artigos mais citados em Enfermagem e Saúde do Trabalhador. Foram recuperados 5.300 resultados, selecionei os artigos citados pelo menos 50 vezes. Os três artigos que estão bombando tratam de assuntos como estresse, acidentes de trabalho e absenteísmo, veja na tabela . Como sempre o critério de pesquisa estabeleceu-se na escolha de periódicos com relevância acadêmica, nacionais e com acesso a texto completo.  Logo após a tabela você pode acessar os artigos.

2google acadêmico - saude do trabalhador e enfermagem

 

Biossegurança, Equipamentos de Proteção e Prevenção de Acidentes

Continuando nesta série de posts referentes a pesquisa Análise da produção científica de enfermagem na área de Biossegurança – Base de dados LILACS, que busquei investigar a produção de enfermagem na área de biossegurança,  Equipamentos de Proteção e Prevenção de Acidentes ficaram com 9% da produção científica. Confira os artigos mais relevantes.

Biossegurança e Equipamentos de Proteção

Referência: NEVES, Heliny Carneiro Cunha et al. O uso de equipamentos de proteção individua por profissionais em unidades de endoscopia.Rev. enferm. UERJ, Rio de Janeiro, ; v. 18, n. 1, p. 61-66, jan.-mar. v. 2010.

Referência: OLIVEIRA, Beatriz Calazans de; KLUTHCOVSKY, Ana Cláudia Garabeli Cavalli; KLUTHCOVSKY, Fábio Aragão. Estudo sobre ocorrências de acidentes de trabalho com material biológico em profissionais de enfermagem de um hospital. Cogitare enferm., v.13, n.2, p. 194-205, abr.-Jun. 2008.

Biossegurança e Prevenção de Acidentes

Referência: SILVA, Aline Daiane Ruthes Iarenhuk da; MASTROENI, Marco Fabio.Biossegurança: o conhecimento dos formandos da área da saúde. Rev.baiana saúde pública, v.33, n. 4, out.-dez. 2009.

Referência: SILVA, Aline Daiane Ruthes Iarenhuk da; MASTROENI, Marco Fabio.Biossegurança: o conhecimento dos formandos da área da saúde. Rev.baiana saúde pública, v.33, n. 3, out.-dez. 2009.

 

 

 

 

Artigos sobre Acidentes de Trabalho, Saúde do Trabalhador e Riscos Ocupacionais

O que nossos enfermeiros estão produzindo na área  de biossegurança? Buscando responder essa pergunta iniciei uma série  de  pesquisas na base de dados LILACS, os assuntos que ocuparam o 2 lugar foram Acidentes de trabalho, saúde do trabalhador , ambos com 26% da produção científica e o terceiro lugar foi Riscos ocupacionais, com 20% das publicações.  Foram analisados 19 revistas, abaixo você pode conferir os artigos mais relevantes. Veja os dados aqui.

Biossegurança e Acidentes de Trabalho

Biossegurança e Saúde do Trabalhador

Biossegurança e Riscos Ocupacionais